O Que Fazemos

Ação no Meio - O que é

A ampliação da consciência leva o indivíduo a ter uma percepção mais sutil e ampliada que lhe confere um reconhecimento mais sensível de si mesmo, da sociedade e do meio que o cerca.

Esta condição desperta em cada um a necessidade de expressar a sua Responsabilidade perante si mesmo, perante a família e a sociedade.

Para atender a essa necessidade, o Dr. Celso Charuri propõe, ainda em 1979, a criação da Central Geral do Dízimo - PRÓ-VIDA. Uma instituição de assistência social que, por meio de trabalho exclusivamente voluntário e com recursos de depósitos bancários recebidos facultativa e anonimamente, doa em forma de gêneros, bens e equipamentos para entidades beneficentes que lhe solicitam ajuda.

Essa atividade não se propõe a resolver os problemas de carência das instituições beneficentes, mas sim apenas dar um exemplo de que “homens melhores, mais dignos, criam um meio melhor, um meio digno.”

A Central Geral do Dízimo - PRÓ-VIDA não solicita doações ou depósitos a seus participantes, nem recebe auxílios ou subvenções públicas ou privadas de qualquer espécie, nem está vinculada a aspectos políticos, sociais ou religiosos.

A totalidade dos recursos arrecadados é destinada a doações, uma vez que a Central Geral do Dízimo - PRÓ-VIDA não tem qualquer despesa administrativa. Tudo o que é recebido, é doado integralmente, conforme demonstram os seus balanços auditados.

Os demonstrativos financeiros da CGD-PV são atualizados mensalmente e publicados, nas Sedes da PRÓ-VIDA, em locais de fácil acesso a todos os colaboradores.

• Endereços